SEIS MÉDICOS SÃO PRESOS EM OPERAÇÃO


Os médicos que foram presos suspeitos de reaproveitar materiais cirúrgicos descartáveis sabiam que estavam agindo de forma ilegal, afirmou a Polícia Civil.

“É impossível a existência desse tipo de crime sem a participação dos médicos”, disse o delegado Alexandre Macorin.

Os presos são:

  • Eufânio Estefano Saquetti, médico urologista (Campo Mourão)
  • Marcos Henrique Freitas Pinheiro, médico urologista (Ivaiporã)
  • Luiz Fernando Dip, médico urologista (Francisco Beltrão)
  • Daniel Rodrigues Magalhães, médico urologista (Goiânia)
  • Camilo de Viterbo Idalino, médico urologista (Rio Verde)
  • Ronaldo Sesconeto, médico urologista (Rio Verde)
  • Uma instrumentadora cirúrgica (Francisco Beltrão)
  • Uma secretária (Ivaiporã)

Também foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão.